COMUNICAÇÃO – Governo proíbe aumento de volume em comerciais de TV

Os canais digitais da TV aberta não poderão mais aumentar deliberadamente o volume dos intervalos comerciais durante suas programações. De acordo com portaria do Ministério das Comunicações que será publicada amanhã no Diário Oficial da União, o limite máximo de variação de som aceita será de 2 decibéis (dB), praticamente imperceptível ao ouvido humano. 
– para ter um parâmetro, uma conversa sussurrada alcança um patamar entre 30 e 40 dB.

Segundo o secretário de Serviços de Comunicação Eletrônica da pasta, Genildo Lins, as emissoras que descumprirem a portaria e continuarem aumentando o volume da transmissão dos intervalos comerciais serão notificadas e podem até mesmo terem seu sinal suspenso temporariamente.


Na verdade a determinação existe desde 2001, mas devido à falta de tecnologia para implementá-la, só ficou pronta agora. Foi formado um comitê com membros da Anatel e representantes de radiodifusores, para avaliar transmissões em um prazo de 12 meses. A portaria também atende um pedido da Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão), para que a norma seja aplicada somente às transmissões digitais.

– Embora o limite de 2 decibéis seja aplicado apenas aos canais digitais, para o analógico iremos usar as regras de modulação de som que já existem no âmbito da Anatel, mas que também nunca foram devidamente fiscalizadas. Para esse grupo, as normas valem para a programação completa, e não apenas para os intervalos comerciais – acrescentou.


Fonte: Caderno ZH

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s