REFLEXÃO – Executivo trocou mundo corporativo por uma ilha

Por uma ilha, sem ninguém. Apenas seu cachorro.

Ouvimos falar de pessoas que tiram seus períodos sabáticos, saem por longos períodos para refletir, se conhecer, equilibrar o espírito.

A Hypeness publicou um post sobre David Glasheen, que fez isso. Mas definitivo.

Ele não sofreu um naufrágio como Robinson Crusoé, mas ganhou esse apelido pois, desde que perdeu milhões na queda da bolsa de 1987 e terminou o seu casamento, ele decidiu abandonar a vida corporativa em Sidney foi viver com a companhia do seu cachorro Quasi numa ilha deserta da Austrália. Desde 1993, David Glasheen, que hoje tem sessenta e poucos anos, vive da pesca de peixes e carangueijos, e da coleta de bananas, cocos e frutas nativas. Ele também cultiva seus vegetais e – vejam só – produz sua própria cerveja. E se você acha que a vida dele é difícil, David revelou que se considera o cara mais sortudo do mundo. A gente não duvida.


Quem sabe uma lição para que os modelos em que vivemos não precisam ser impostos. Eles podem ser uma escolha.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s