EMPREENDEDORISMO: Não leia listas sobre hábitos de sucesso

 

Listas de “como alcançar sucesso” são populares porque são divertidas, fáceis de ler e fáceis de compartilhar, e existem muitas delas. Mas a Harvard Business Review tem como objetivo desmistificar o valor desse tipo de lista.

Os conselhos dessas listas parecem bem razoáveis. A lista “14 Coisas Que Pessoas de Sucesso Fazem Antes do Café da Manhã” publicada pelo Fórum Econômico Mundial em parceria com a Business Insider afirma que pessoas de sucesso bebem água e arrumam a cama todos os dias. A lista da Forbes 14 Coisas que Pessoas de Sucesso Têm em Comum” anuncia que todas as pessoas de sucesso “sabem quando ficar e sabem quando sair”. A lista “Se você quiser ter sucesso, aqui estão 5 coisas que você precisa fazer de forma diferente” da Entrepeneur aconselha seus leitores a parar de ver problemas, e começar a ver oportunidades.

Mas, mesmo essas listas parecendo inofensivas e inócuas, eles podem gerar danos. Existem várias razões pelas quais podem não só ser inúteis, mas também potencialmente prejudiciais para os tomadores de decisão, gerentes e empresários.

A evidência é anedótica. A maior parte dos conselhos que essas listas contêm são baseados em interpretações subjetivas de relatos pessoais, e não em análises sistemáticas e científicas. A menos que o parecer tenha sido avaliado através de métodos baseados em evidências, não se pode julgar sua validade. Além disso, análises provindas de evidências anedóticas muitas vezes confundem as linhas entre a causa e conseqüência. Alguém tem sucesso porque evitou reuniões, ou eles são capazes de evitar reuniões porque eles são bem sucedidos? Uma série de comportamentos que pessoas bem sucedidas supostamente compartilham – não se importando com o que os outros pensam deles, evitando reuniões, colocando as primeiras coisas em primeiro lugar, dizendo não a quase tudo – podem ser luxos que só os extremamente bem sucedidos podem desfrutar. Assim, alguns comportamentos são o que o sucesso lhes trouxe, e não o contrário.

As conclusões nem sempre se transferem para contextos diferentes. Algumas listas dizem extrair conclusões de pesquisas, como a “9 coisas que os pessoas bem sucedidos fazem diferentemente” da própria HBR.  Mas a pesquisa acadêmica é, muitas vezes, muito específica a um contexto. Como acontece frequentemente com problemas complexos, as soluções e suas aplicações são mais complexas do que as formas em que elas são apresentadas e dependem fortemente do contexto e das circunstâncias em que as pessoas se encontram.

Fracassos são silenciosos. No Cisne Negro, Nassim Taleb conta uma história que Cícero contou sobre o poeta grego Diagoras de Melos. Quando Diagoras foi dito que a oração evita que os marinheiros se afoguem, ele se perguntou sobre aqueles que oraram, mas se afogaram de qualquer maneira. A oração recebe crédito por salvar marinheiros porque todos os que sobreviveram oraram. No entanto, essa estratégia é totalmente inútil se aqueles que morreram também oraram, o que é uma suposição justa. Se todos oravam e apenas alguns sobreviviam, então a oração realmente não importa.

Isto é o que os cientistas sociais chamam de viés de sobrevivência. Taleb refere-se às pessoas que não sobreviveram como “evidência silenciosa”. Estes são os resultados que não conseguimos ver; sua ausência leva a um falso senso de eficácia de certas ações. Tanto a nossa pesquisa como a de outros cientistas comportamentais sugerem que, embora possamos aprender muito com o que podemos observar e experimentar (como histórias de sucesso amplamente divulgadas), somos igualmente incompetentes em reconhecer o que não vemos (como um grande número de falhas obscuras). Isso nos torna vulneráveis a uma intuição tendenciosa de que o sucesso é mais determinista do que realmente é.

De fato, numa situação em que há dezenas de tentativas fracassadas, quanto mais concreto e específico for o conselho, mais ele assume que as pessoas que não tiveram sucesso são ingênuas ou não inteligentes. As análises baseadas no sucesso sozinho ignoram a possibilidade de que muitas pessoas aplicam as mesmas estratégias, mas falham.

O sucesso é pessoal. Embora qualquer sucesso seja específico para uma determinada pessoa e contexto, as listas de conselho geralmente o trata como algo comum e constante, algo independente do tempo e do espaço que podemos facilmente generalizar.

Para conselhos serem relevantes, o início, os objetivos, e as condições daqueles que são analisados e aqueles que recebem o conselho devem combinar, pelo menos aproximadamente. No entanto, nossas carreiras, famílias, vidas sociais, prioridades e visões podem diferir significativamente daqueles que são aclamados como bem sucedidos por um especialista em particular.

Por fim, há custos de oportunidade para seguir conselhos inofensivos. Levado muito a sério, ele pode nos levar a fazer concessões que não devemos fazer ou a engajar-nos em ações que são incompatíveis com a nossa personalidade. Se você decidir levantar-se às 5 da manhã todas as manhãs porque um grupo selecionado de pessoas faz isso – mas você está realmente conectado para fazer o seu melhor trabalho tarde da noite – então você está ferindo suas próprias e específicas as chances de sucesso.

 

 

Fonte: Harvard Business Review

—–

A INEX é uma empresa de Inteligência, Estratégia e Ação que além de desenvolver projetos e serviços empresariais, sacia o seu ímpeto curioso através deste blog. Nele, trazemos o que há de vanguarda em diferentes áreas de conhecimento do mundo dos negócios.Te convidamos para também acompanhar as nossas redes e seja como for, se conectar conosco e compartilhar as suas idéias.

FACE        linkedin

Cadastre o seu e-mail para ficar por dentro das novidades e conteúdos da INEX:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s