TECNOLOGIA: O fenômeno das Fintechs

Um termo que vem pipocando no mercado brasileiro nos últimos anos e que cada vez mais arrebata altos investimentos: Fintechs. Mas você sabe o que são elas?

Em um resumo objetivo as Fintechs podem ser classificadas como startups de serviços financeiros. Transações monetárias, investimentos, aplicações, gestão financeira e até mesmo facilitação de empréstimos são alguns dos possíveis serviços que uma Fintech pode oferecer. Embora este modelo de empresa já exista ha alguns anos pelo mundo, o Brasil vem chamando atenção de investidores nesta área, uma vez que possui um sistema financeiro complexo, burocratização dos procedimentos financeiros e altas taxas de juros. Tornando-se assim um prato cheio para a facilitação tecnológica nesta área.

imagem
O livro Revolução Fintech é o primeiro livro colaborativo do tema e conta com versão em portugues.

 

Somente em 2015 o investimento mundial em Fintechs Latino-Americanas foi de 386 milhões de dólares, aportes estes que partiram não somente dos famosos fundos de investimento mas também dos próprios bancos, que buscam nestas startups soluções para os seus negócios. Yran Dias, sócio da Mckinsey afirma que:

“Existe uma corrida das fintechs para ganhar escala. E, ao mesmo tempo, há um movimento dos bancos tentando inovar mais rápido, muitas vezes em parceria com as fintechs… Acho que as fintechs são mais uma oportunidade do que uma ameaça para os bancos”

Estima-se que em 2016 haviam no Brasil mais de 130 Fintechs e que metade delas já tenha alcançado um faturamento acima de 1 milhão de reais. Alguns dos cases mais famosos do Brasil é o Nubank, que caminha para tornar-se um  banco 100% digital (segundo os gurus de tendências do segmento), assim como outro brasileiro que já possui este status, o Banco Original.

WecashChina
A fintech de origem chinesa fincou os pés no Brasil e frente a tantas oportunidades de soluções a serem ofertadas no mercado nacional, anunciou recentemente um aporte de R$120 milhões para investir no país.

Porém não são somente os ‘grandes’ que figuram neste cenário, justamente por se tratarem de startups diversas rodas de investimento junto a investidores são realizadas. Nesta semana a brasileira Nibo, que facilita a relação entre contadores e pequenos empresários, arrecadou mais de 20 milhões de reais de investimento para expansão comercial e desenvolvimento de novas funcionalidades da plataforma.

Quer saber mais do que vai rolar no mundo das fintechs brasileiras em 2017? Então acesse post da Finnovation e entenda melhor as apostas deste mercado.

—–

A INEX é uma empresa de Inteligência, Estratégia e Ação que além de desenvolverprojetos e serviços empresariais, sacia o seu ímpeto curioso através deste blog. Nele, trazemos o que há de vanguarda em diferentes áreas de conhecimento do mundo dos negócios.Te convidamos para também acompanhar as nossas redes e seja como for, se conectar conosco e compartilhar as suas idéias.

FACE        linkedin

Cadastre o seu e-mail para ficar por dentro das novidades e conteúdos da INEX:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s